A importância de um banco de imagens corporativo e impacto para sua marca

Equipe Huntag

Muitos são os atributos importantes para uma boa gestão de marca para sua relevância e força no mercado e, sem dúvidas, o visual e o banco de imagens corporativo são partes cruciais dessa estratégia de negócio.

Utilizar imagens de boa qualidade demonstra credibilidade, preocupação da marca com seu negócio, repassa necessidades para seu público e faz com que o produto/serviço converse ainda mais com a persona da organização.

Mais do que só pegar imagens soltas da internet, ter seu próprio banco de imagens corporativo faz toda a diferença e essa estratégia dá muitos resultados para o branding da empresa. Como seu negócio tem olhado para isso? Acompanhe e saiba mais sobre o tema!


Importância do branding e as imagens como componentes

O que a sua marca passa para o mercado e para seus consumidores? Muito mais do que nome e produtos ou serviços, as marcas têm também o poder de despertar sensações, lembranças e experiências e tudo isso tem a ver com um grande componente de cores, letras, sons, formas e imagens que compõe o negócio e fazem o branding um sucesso – ou não.

O branding é uma forma de gerir as estratégias de marca para a empresa e essa gestão inclui planejamentos e gerenciamento de cada ação do negócio para potencializar a percepção da empresa para o público.

Como dissemos, uma marca é muito mais do que um logotipo e todo o trabalho de identidade visual faz a diferença para que a empresa fixe no imaginário do seu consumidor e, as imagens corporativas fazem toda a diferença nesse processo.

Muitos são os momentos em que as empresas utilizam imagens, sejam em seu site, redes sociais, eventos, e-mails, vendas de produtos, divulgações, entre outros e é importante que toda essa comunicação tenha sentido com a mensagem que a marca busca passar para o mercado.

É comum que as empresas usem artes e ativos de bancos de imagens públicos ou privados do mercado e, ainda que essa seja uma estratégia interessante, afinal, muitas são as boas imagens desses locais, faz toda a diferença quando um negócio investe em seu próprio banco de imagens.


A fonte das suas imagens

Onde você e seu time buscam as imagens para compor as comunicações de sua marca? É muito comum que cada pessoa, ainda que dentro da mesma equipe, busquem de locais diferentes, o que pode fazer com que a comunicação não siga o mesmo padrão e a empresa não mantenha o seu tom de voz se tratando de comunicação visual.

Como dissemos, a utilização de imagens é um recurso indispensável para o branding e o local onde se busca e se organizam esses componentes são também parte da estratégia.

Diversos são os bancos de imagens gratuitos e pagos no mercado, mas o problema é que contar apenas com eles pode fazer com que sua empresa utilize as mesmas imagens de outras empresas e, mesmo que não sejam concorrentes, não dá personalização para o seu negócio.

Mais do que isso, contar apenas com imagens da internet pode ser um problema de direito autoral, caso os profissionais não tomem cuidado com a origem da foto a ser utilizada pela empresa

Justamente por esses – e outros – bons motivos, ter o próprio banco de imagens corporativo é uma grande solução e torna-se um excelente aliado para o dia a dia dos negócios.


Banco de imagens corporativo

Os bancos de imagens são essenciais tanto para as ações online quanto offline e fazem parte de processos como loja virtual, newsletter, e-mail marketing, site, campanhas nas redes sociais, propostas e apresentações comerciais, trade marketing e tantas outras possibilidades.

Para isso, é importante ter um local em que os seus profissionais tenham onde buscar os conteúdos de forma simples, estruturada e única em qualquer que seja o projeto e setor.

Mais do que isso, a personalização aqui também é fundamental, afinal, ao ter um banco de imagens corporativo próprio, a empresa se diferencia de outras, faz com que seus ativos digitais sejam sobre ela e passam a ter conteúdo mais original e autêntico, que faz sentido de fato para a organização.

Segundo estudo, em uma semana média, 42,8% dos profissionais de marketing publicam pelo menos cinco imagens e 40,8% usam de duas a cinco imagens em seus trabalhos. Ou seja, quanto mais organizado, personalizado e funcional seja a sua estrutura de comunicação visual, menor o tempo de busca, retrabalho e maior a produtividade e incentivo à criatividade de seus profissionais.

Já falamos de alguns, mas para que você tenha ainda mais certeza sobre ter o seu próprio banco de imagens corporativo, reunimos algumas boas vantagens dessa estratégia:


Controle sobre o uso de imagens e diferencia a empresa

Ao investir em um banco de imagens corporativo com fotos personalizadas de produtos, serviços, pessoas, objetos e muitas outras possibilidades, a empresa ganha no controle sobre as imagens que existem e que já foram ou não utilizadas, eliminando o problema do mesmo uso de imagens em momentos diferentes da comunicação.

Mais do que isso, ao utilizar um banco de imagens corporativo e ter controle sobre os ativos, elimina-se aquele problema de utilizar imagens que também são utilizadas por outras empresas e já estão rodando nas redes sociais.

Aumenta a qualidade dos conteúdos

Ter fotos próprias do seu negócio, produto/serviço, pessoas e itens faz com que sua cultura e branding fiquem ainda mais fortes, afinal, é maior a personalização e o direcionamento real para seu público.

Mais do que apenas utilizar imagens genéricas em bancos (ainda que com qualidade), nada tão importante para seu posicionamento como investir em personalização e diferenciação.

Agiliza e dá produtividade para os times

Um grande problema vindo da falta de organização de imagens são as falhas na comunicação e ruídos entre os times. Muitas vezes, outros times buscam o marketing para criação de conteúdos que já existem ou até mesmo usam repetidamente as mesmas imagens.

Mais do que isso, o problema de direitos autorais pode ocorrer – especialmente para aqueles que não são do time do marketing e não têm grande conhecimento nessa questão.

Ao ter um banco próprio, torna-se mais fácil a gestão, a agilidade ao encontrar o que precisa, a comunicação e acompanhamento de todos do time para que as mesmas estratégias sejam seguidas.


Como ter seu próprio banco de imagens corporativo?

Agora que você sabe muitas das vantagens de ter um banco de imagens corporativo, é hora de olhar para seu cenário e investir em algumas ações para que ele vire realidade no seu dia a dia.

Para isso, é crucial entender e conhecer bem a marca e tipo de comunicação que se quer passar com ela, conhecer seu produto e serviço, mapear o que já existe de imagens e o que faz sentido de ser produzido e desenhar estratégias para que as imagens trabalhem da melhor forma em seu processo.

Depois de todos os pontos práticos e ações como a de fato tirar suas novas fotos e produção de conteúdo, é importante contar com plataformas para armazenar, gerenciar, acessar e utilizar seus conteúdos.

Quando falamos em um banco de imagens corporativo é muito mais do que colocar em pastas, mas sim ter possibilidades de gestão, acompanhamento, comunicação, indicadores e facilidades para os times com os ativos e a plataforma da Huntag está do seu lado nessa estratégia.

Por meio de um sistema baseado em DAM (Digital Asset Management) ou Gerenciamento de Ativos Digitais, a plataforma da Huntag ajuda no seu banco de dados corporativo através das mais diversas funções:

  • Leitura de metadados das imagens: a Huntag reconhece até mesmo o modelo da câmera que tirou a foto, convertendo esta informação em dados para a busca.
  • Organização por categorias e subcategorias: você nunca mais irá precisar se preocupar com aquela infinidade de pastas. Nossa plataforma utiliza o sistema folderless.
  • Inserção de palavras-chave: ao baixar uma imagem, o nome vem em códigos ou, muitas vezes, em outros idiomas. Mas, ao cadastrá-la em nossa plataforma, você poderá inserir palavras-chave que ajudam em sua localização.
  • Liberação de espaço: as imagens são redimensionadas automaticamente, reduzindo seu peso e deixando mais espaço em seus servidores.
  • Controle de direitos autorais: saiba se a licença das imagens está próxima do vencimento e renove o seu uso em tempo hábil.
  • Controle de gastos: o banco próprio passa a ser a fonte prioritária dos ativos. Dessa forma, fontes externas de imagens serão menos utilizadas, gerando menor custo.
  • Banco de imagens em formato de galeria: com tudo à vista, você saberá exatamente o que possui.

Ter um banco de imagens é muito importante para as ações e resultados e investir nessa possibilidade dá grandes diferenciações para o negócio e para o seu time de marketing.

O quanto você já pensou nessa ponta do seu negócio? Aproveite que agora sabe mais sobre o banco de dados corporativo, sua importância de ter um próprio e fale com nossos especialistas para desenharmos juntos os melhores objetivos!

Digital Assets Management para marketing e comunicação

Baixe o infográfico:

Digital Assets Management para profissionais de marketing e comunicação

Siga-nos nas redes sociais! 😉

More great articles

Como o gerenciamento de ativos digitais pode ser bom para a criatividade da sua equipe

Assim como a produtividade, a criatividade é uma peça chave no dia a dia de qualquer profissional. Do colaborador ao…

Read Story

10 motivos para investir em armazenamento de arquivos de marketing

10 motivos para investir em armazenamento de arquivos de marketingE se você pudesse ter todas as peças produzidas para sua…

Read Story

Branding: a importância de gerenciar um Banco de Imagens

Branding: a importância de gerenciar um Banco de Imagens Estruturar um banco de imagens de qualidade e bem organizado é…

Read Story

Fique por dentro!

Novidades e conteúdos sobre Comunicação, Marketing e como podemos te auxiliar. Não enviaremos Spam.

    Arrow-up